Economia da Venezuela cresceu “acima” de 15% em 2022, garante Maduro

Caracas (EFE).- O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, anunciou nesta quinta-feira que a economia nacional cresceu “acima” dos 15% em 2022, quando acumulou quatro trimestres positivos, após sete anos de contração.

“A Venezuela teve um crescimento, em 2022, superior a 15% do Produto Interno Bruto (PIB), o maior crescimento econômico da América Latina e do Caribe, com o impacto da diversificação da economia que não tínhamos há anos”, disse o presidente venezuelano durante sua prestação de contas perante a Assembleia Nacional (AN, Parlamento).

Maduro explicou que o crescimento no terceiro trimestre de 2022 foi de 13,22%, antecedido por 23,30% no período anterior e 17,45% entre janeiro e março.

O presidente venezuelano não informou, no entanto, o comportamento do PIB no último trimestre do ano passado, mas insistiu que o indicador fechou 2022 “acima” de 15%.

Entre janeiro e setembro de 2022, segundo o Banco Central da Venezuela, o crescimento econômico médio foi de 17,73% em relação ao mesmo período de 2021.

Após sete anos de queda, a economia cresceu 14,65% no terceiro trimestre de 2021 e 19,07% no quarto trimestre, segundo a entidade emissora venezuelana.

No entanto, no último trimestre do ano, e especialmente em dezembro, os economistas alertaram para uma desaceleração desse crescimento devido a fatores como a desvalorização da moeda local  – o bolívar – em relação ao dólar, um aumento substancial dos preços e a escassez de gasolina em grande parte do país. EFE