Brasil e mais 13 países disputam Copa das Nações de hipismo em Barcelona

Barcelona (EFE).- A 110ª edição da competição internacional de saltos CSIO Barcelona sediará pela nona vez consecutiva a final mundial da Copa das Nações Longines FEI Jumping, o evento de hipismo mais importante do calendário anual e que terá 14 países na disputa, entre eles o Brasil.

A pista olímpica do Real Club de Polo Barcelona será o local da competição, que acontece a partir desta quinta-feira até domingo (2).

“Neste ano o evento volta ao formato de quatro dias graças à prefeitura, que se envolveu decisivamente”, explicou Santiago Mercè, presidente do CSIO Barcelona, na apresentação do evento, na cidade espanhola.

Com isso, a competição volta à normalidade, depois de ter sido suspensa em 2020 devido à pandemia de covid-19 e de ter sido realizada em formato reduzido em 2021.

A final mundial por equipes contará com as 14 melhores do mundo. Além do Brasil e da anfitriã Espanha, estarão presentes na disputa Argentina, Bélgica, Canadá, França, Alemanha, Grã-Bretanha, Irlanda, México, Noruega, Suécia, Suíça e Holanda, vencedora da última edição.

A equipe brasileira, que tem como chefe Pedro Paulo Lacerda, foi inscrita com Luiz Felipe de Azevedo, Francisco José Mesquita Musa, Marlon Modolo Zanotelli, Eduardo Menezes e Pedro Veniss.

“Estará em jogo uma vaga olímpica para os Jogos de Paris 2024 no CSIO. Será da primeira colocada entre aquelas que ainda não tiverem se classificado”, lembrou Mercè.

Além disso, estarão em Barcelona cavaleiros e amazonas de Colômbia, Croácia, Dinamarca, Equador, Polônia e Portugal participando dos sete eventos individuais. No total, mais de 100 competidores participarão com 180 cavalos, competindo por um prêmio total de 2 milhões de euros.

“Estes números são impressionantes”, disse Curro Espinós, presidente do Real Club de Polo Barcelona, associação que comemora em 2022 seu 125º aniversário.

“Hoje estamos mais uma vez mostrando que, juntamente com Barcelona, estamos fazendo grandes coisas, e conseguimos levar a cidade adiante do ponto de vista esportivo. O clube se abre para a cidade, e o tempo estará conosco”, acrescentou.

Além das competições, o Real Club de Polo Barcelona sediará alguns shows durante o fim de semana. O mais notável será “Como dançam os cavalos andaluzes”, apresentado pela Real Escola Andaluza de Arte Equestre de Jerez. EFE