França afasta “zebra” e goleia Austrália em partida histórica de Giroud

Doha (EFE).- Depois de sofrer um gol logo no início da partida, a França se recompôs rapidamente para afastar qualquer possibilidade de “zebra” e goleou a Austrália por 4 a 1 nesta terça-feira, na estreia das duas seleções na Copa do Mundo do Qatar, com grande destaque para Olivier Giroud, que alcançou números históricos pela seleção francesa.

Craig Goodwin marcou o gol australiano no estádio Al Janoub, em Al Wakrah, na partida válida pelo grupo D. Porém, Adrien Rabiot empatou e deu a assistência para Giroud decretar a virada ainda no primeiro tempo. Depois do intervalo, Kylian Mbappé balançou as redes e serviu o centroavante, que deu números finais à partida.

Se a lesão do atual vencedor da Bola de Ouro, Karim Benzema, era motivo de preocupação antes da estreia na Copa do Mundo, Giroud fez o mundo se lembrar que a seleção francesa foi campeã em 2018 sem o atacante do Real Madrid, mas com uma grande diferença: o centroavante não marcou nenhum gol na Rússia.

Com os dois gols marcados nesta terça-feira, além de se livrar do jejum, Giroud se tornou o maior artilheiro da história da seleção francesa, com 51 gols, empatado com Thierry Henry.

Além do artilheiro, a vitória francesa contou com outros destaques. Rabiot supriu bem a ausência do lesionado Paul Pogba na Copa do Mundo, Mbappé infernizou a zaga adversária pela ponta esquerdo, e Theo Hernández, que substituiu o irmão e também lateral-esquerdo Lucas Hernández, que se machucou ao ser driblado no gol australiano.

Susto antes do domínio

A substituição de Lucas Hernández aconteceu logo após o gol da Austrália. Aos nove minutos do primeiro tempo, Leckie dribou o lateral-esquerdo – que ficou no chão – e cruzou para Goodwin completar para o fundo das redes. A equipe australiana se portava bem na marcação e seguia cautelosa no ataque, mas levou perigo em chute de fora da área de Duke.

Com a entrada de Theo, a França passou a subir melhor ao ataque, sempre pelo lado esquerdo, às vezes com o lateral, outras com Mbappé. O gol de empate saiu aos 27 minutos, quando Theo cruzou com precisão para Rabiot escorar.

A virada aconteceu pouco depois, aos 31 minutos, já na “blitz” francesa. Em vacilo da zaga australiana em meio à marcação alta do adversário, Rabiot cruzou para Giroud marcar seu primeiro gol em uma edição de Copa do Mundo.

Com o placar a favor, a França deu continuidade à pressão, mas não ampliou a vantagem por falta de pontaria. No entanto, a Austrália quase chegou ao empate antes do intervalo, após Irvine acertar a trave em cabeceio.

No segundo tempo, a Austrália pouco viu a bola. Com Mbappé ainda mais arisco, a zaga australiana teve muito trabalho para tentar parar as ofensivas do atacante do Paris Saint-Germain.

Em bom momento na partida, Mbappé balançou as redes aos 13 minutos, ao cabecear após cruzamento de Dembélé. O quarto gol também foi de cabeça, dessa vez com o camisa 10 cruzando para Giroud se eternizar como o maior artilheiro da seleção francesa.

A vitória deixa a França na liderança do grupo D da Copa do Mundo no Qatar, com três pontos, enquanto a Austrália termina a primeira rodada na lanterna. Tunísia e Dinamarca, que empataram sem gols mais cedo, têm um ponto cada.

Ficha técnica

França: Lloris; Pavard, Konaté, Upamecano e Lucas Hernández (Theo Hernández); Rabiot, Tchouaméni e Griezmann; Dembélé, Mbappé e Giroud. Técnico: Didier Deschamps.

Austrália: Ryan; Atkinson, Souttar, Rowles e Behich; Mooy, McGree, Irvine e Goodwin; Leckie e Duke. Técnico: Graham Arnold.

Árbitro: Victor Gomes (AFS), auxiliado por Zakhele Siwela (AFS) e Souru Phatsoane (LES).

Gols: Rabiot, Giroud (2) e Mbappé (FRA); Goodwin (AUS).

Cartões amarelos: Duke, Irvine e Mooy (AUS).

Estádio: Al Janoub, em Al Wakrah. EFE