Goleiro argentino acusa árbitro espanhol de querer eliminá-los da Copa

Lusail (EFE).- O goleiro argentino Emiliano Martínez, herói da classificação de sua seleção para as semifinais da Copa do Mundo na agonizante disputa de pênaltis contra a Holanda, acusou o árbitro da partida, o espanhol Antonio Mateu Lahoz, de tentar eliminá-los.

“Ele é louco, arrogante. Você fala alguma coisa para ele e ele responde mal. Acrescenta dez minutos e marca falta para a Holanda. Como a Espanha ficou de fora, queria que ficássemos de fora também”, criticou o goleiro.

Martínez comentou que, mesmo assim, a Argentina fez “um grande jogo e mereceu passar”.

Sobre a Croácia, a rival por uma vaga na grande final após ter deixado o Brasil de fora, garantiu que não se pode acreditar em favoritismos.

“Qualquer um pode te deixar de fora. Perdemos para a Arábia Saudita e a Holanda empatou quando estávamos com dois gols de vantagem. Todos dão a vida por seus países. Mas temos 45 milhões de compatriotas que nos fazem sentir em casa”, destacou. EFE