Guiné-Bissau dá nome de Pelé a estádio da 2ª maior cidade do país

Bissau (EFE).- O estádio de Bafatá, segunda maior cidade da Guiné-Bissau, passará a levar o nome de Pelé, segundo informou o governo do país africano.

Em comunicado emitido pela Presidência, a decisão foi tomada na quinta-feira, em reunião ordinária do Conselho de Ministros liderada pelo presidente Umaro Sissoco Embaló, na qual foi feito um minuto de silêncio em memória de Edson Arantes do Nascimento, morto em 29 de dezembro, aos 82 anos.

“Como expressão do reconhecimento público à condição de Rei do Futebol mundial, o Conselho de Ministro decidiu denominar o Estádio Regional de Bafatá ‘Estádio Pelé'”, diz a nota oficial.

O governo adotou a medida em resposta à sugestão do presidente da Fifa, o suíço Gianni Infantino, que na segunda-feira passada propôs no Brasil que todas as associações que integram a entidade nomeassem um estádio de seus países em homenagem a Pelé.

Na quarta-feira passada, outro país africano e lusófono, Cabo Verde, se tornou o primeiro a acatar a sugestão e anunciar que o Estádio Nacional da capital, Praia, passará a ser chamado Estádio Pelé. EFE