“Maradona ficaria feliz por mim”, afirma Messi após recorde

Doha (EFE).- Lionel Messi se tornou nesta quarta-feira o jogador argentino com o maior número de partidas disputadas na história da Copa do Mundo, já à frente de Diego Armando Maradona.

“É uma alegria continuar batendo marcas e recordes. Fiquei sabendo agora. Diego ficaria muito feliz por mim porque sempre me deu muito carinho. Mas estou feliz pelo jogo, pelas pessoas, pelo passe e por todas essas coisas”, disse o capitão da Argentina, que completou 22 partidas pela seleção em sua trajetória em Copas.

Em relação ao jogo, o craque argentino lamentou o pênalti perdido, mas considerou que o erro se tornou um incentivo para os companheiros. 

“Senti muita raiva quando perdi o pênalti. Mas acho que, por ter perdido o pênalti, o time se motivou. Fizemos um grande jogo”, acrescentou, para depois analisar a Austrália, adversária da Argentina nas oitavas de final. 

“Sabemos que são todos adversários complicados. Temos que fazer o nosso jogo e vencer. E amanhã vamos começar a nos preparar para o jogo”, declarou Messi, que elogiou o alto nível de todo o elenco e o papel dos jovens jogadores argentinos.

“Temos um grupo espetacular que rende jogue quem jogar e isso é extremamente importante em uma competição tão curta e com tantas partidas”, comentou.

Nesse sentido, Messi opinou que há pouco tempo para se preparar para a partida contra a Austrália. 

“É muito perto, mas é igual para todos. Foi um dia de muito calor. Um esforço extra, mas vamos pensar em descansar. Estou acima de tudo feliz por alcançar o primeiro objetivo”, destacou. EFE