Ministro francês pede que Fifa investigue insultos de argentinos após final

Paris (EFE).- O ministro da Economia da França, número dois do governo do país, Bruno Le Maire, pediu nesta quinta-feira que a Fifa abra uma investigação sobre o comportamento dos jogadores da Argentina após a final da Copa do Mundo, que ofenderam os integrantes da seleção da França.

“Foram alguns insultos indignos. E o que faz a Fifa? O esporte é uma questão de ‘fair play’ e de mostrar respeito pelos outros, mostrar respeito também pelos perdedores”, afirmou o integrante do Executivo francês, em entrevista à emissora local “Sud Radio”.

Le Maire se referiu ao goleiro Emiliano Martínez, que zombou do atacante Kylian Mbappé em diversas ocasiões após o fim da decisão, assim como ao ex-atacante Sergio Agüero, que fez piada ainda no estádio Lusail, do sobrenome do meia Eduardo Camavinga.

A Federação Francesa de Futebol (FFF) já havia anunciado que faria denúncia sobre os insultos racistas feitos nas redes sociais contra os jogadores franceses que perderam pênalti na final, o atacante Kinsley Coman e o meia Aurélien Tchouaméni.

Neste caso, não está claro a nacionalidade dos autores das ofensas. EFE