“Não era um jogo para pênaltis, muito menos para prorrogação”, diz Messi

Lusail (EFE).- Eleito mais uma vez como o melhor jogador da partida, Messi destacou a vontade e a intensidade demonstradas pela seleção argentina nesta sexta-feira contra a Holanda e falou sobre a sensação de se classificar nos pênaltis para as semifinais da Copa do Mundo do Qatar.

“Muita alegria. Estamos muito aliviados. Não era um jogo para pênaltis, muito menos para prorrogação. Mas Copa do Mundo é assim. Nós sofremos e conseguimos passar”, declarou o craque argentino ao final da partida.

O camisa 10 também elogiou sua equipe por “compreender os momentos do jogo”.

“A Argentina está entre as quatro melhores do mundo porque mostra que sabe jogar todos os jogos com a mesma vontade e a mesma intensidade”, comentou Messi, que agora espera pela Croácia, que surpreendeu o Brasil no outro jogo das quartas de final disputado hoje.

“A Croácia demonstrou que é uma grande seleção. Em alguns momentos, jogou de igual para igual com o Brasil. É uma equipe que vem trabalhando com o mesmo treinador há muito tempo e se conhecem muito bem”, opinou.

Além de comemorar a classificação, Messi também aproveitou a entrevista ao final da partida para criticar o árbitro. 

“Fiquei muito chateado. O jogo não era para ir por esse caminho. Não quero falar de juiz. Nós sabíamos que estávamos enfrentando uma grande seleção. Apesar disso, a Fifa precisa rever algumas escolhas sobre a arbitragem. Um jogo desse nível não pode ter um árbitro como esse”, declarou. EFE