Pepe admite noites de sono perdidas por medo de não ir à Copa do Mundo

Doha (EFE).- O zagueiro brasileiro naturalizado português Pepe falou nesta quinta-feira sobre o processo de recuperação da contusão que sofreu dois meses atrás, que fez com que a participação na Copa do Mundo ficasse ameaçada.

“Eu não dormia”, admitiu o jogador do Porto, que sofreu uma lesão do ligamento colateral interno do joelho esquerdo, devido entorse.

Pepe explicou que a ansiedade era explicada pelo desejo de se recuperar o mais rapidamente possível e conseguir estar no Qatar para a disputa do torneio.

“Queria vir e poder dar minha contribuição. Foi um caminho longo, mas já passou. Agora, só resta ir adiante com minha ambição e dar o melhor para que possamos ganhar”, disse o defensor do Porto.

Pepe, que ficou no banco na estreia de Portugal, contra Gana, e disputou o jogo contra o Uruguai devido a lesão de Danilo Pereira, falou sobre a participação até aqui na competição

“Tentei fazer as coisas bem, e assim será em outros jogos. O mais importante é que o grupo seja forte, coeso”, garantiu o veterano zagueiro.

Portugal, provavelmente, com Pepe entre os titulares, enfrentará amanhã a Coreia do Sul, em jogo decisivo pela terceira e última rodada do grupo H da Copa do Mundo. EFE