Técnico da Arábia Saudita pede respeito a Tata Martino e ao México

Doha (EFE).- O técnico francês Hervé Renard, que comanda a seleção da Arábia Saudita, cobrou respeito à seleção mexicana, especialmente ao treinador da ‘Tri’, o argentino Gerardo Martino, na véspera de duelo decisivo pelo grupo C da Copa do Mundo.

“Durante a carreira, comandou o Barcelona, e acho que os demais técnicos devem respeitá-lo. Sabemos que a equipe é muito aguerrida, muito habilidosa e ofensiva. Contra a Argentina, vimos como foi, e temos que estar 100%”, disse Renard, em entrevista coletiva.

O técnico francês garantiu que está ansioso para a realização do jogo, em que uma vitória representaria classificação às oitavas de final, o que significaria “fazer história”, conforme indicou, repetindo o feito saudita de 1994.

“Temos uma chance para avançar, e para isso é necessário lutar arduamente”, garantiu Renard.

“Sempre temos que nos manter positivos. Enfrentaremos um adversário de altíssima qualidade, com melhor histórico que o nosso, mas viemos aqui com determinação, sendo humildes e tendo trabalhado muito para a Copa”, acrescentou.

Questionado sobre um eventual cruzamento com a seleção de seu país de origem nas oitavas de final, o técnico da Arábia Saudita preferiu manter o foco no duelo com o México e pediu para responder a pergunta se o duelo vir a acontecer.

“Se chegar o momento de jogar com a França, será um jogo inesquecível e excepcional”, disse. EFE