Tite afirma que Neymar tem “liderança técnica” na seleção brasileira

Doha (EFE).- O técnico da seleção brasileira, Tite, explicou nesta segunda-feira que Neymar tem uma liderança “técnica” e que sua presença em campo faz a diferença, após o camisa 10 retornar de lesão no tornozelo direito e marcar um gol na vitória de 4 a 1 sobre a Coreia do Sul, nas oitavas de final da Copa do Mundo no Qatar.

“Neymar tem uma liderança técnica, outros jogadores têm outras habilidades, mas ele é um líder da técnica”, comentou o treinador em entrevista coletiva no Estádio 974, em Doha.

O atacante também foi elogiado por César Sampaio, auxiliar de Tite, que afirmou que Neymar oferece “algo diferente” ao time.

“Neymar faz a diferença, nos dá algo diferente. Eu poderia falar o dia inteiro sobre ele, mas gostaria de parabenizar nossos fisioterapeutas pelo trabalho que fizeram para que ele estivesse aqui conosco. Ele motiva outros jogadores e temos muita sorte de tê-lo de volta. Está recuperado e pronto para novos desafios”, comentou o ex-volante da seleção brasileira.

Segundo Tite, a chave da seleção brasileira é o equilíbrio em todos os setores do campo e a força da torcida presente no Qatar.

“Se perdermos o equilíbro, será fatal para nós. Temos um sentimento de gratidão com todos que vieram aqui para nos apoiar. Estamos muito expostos no campo, mas ver o apoio dos torcedores é muito bonito. Eles nos apoiam quando marcamos gols, mas também em momentos difíceis, como na lesão do Neymar. Somos muito agradecidos”, comentou o técnico.

Com a vitória bem administrada no segundo tempo contra a Coreia do Sul, Tite substituiu Alisson por Weverton, o único convocado que ainda não havia jogado na Copa do Mundo. O Brasil se tornou, assim, a primeira seleção a utilizar todos os 26 convocados nesta edição do torneio.

“Faltava ir a campo um jogador nosso, o terceiro goleiro, Weverton, e foi muito bonito dar minutos a ele. Nunca é fácil substituir um goleiro, e hoje pudemos fazer isso”, justificou.

Brasil e Croácia se enfrentarão pelas quartas de final da Copa do Mundo no Qatar na próxima sexta-feira, ao meio-dia (horário de Brasilia), no estádio Cidade da Educação, em Doha. Hoje, mais cedo, a Croácia derrotou o Japão por 3 a 1 em disputa de pênaltis, após perdurar na prorrogação o empate em 1 a 1 entre as duas seleções no tempo regulamentar. EFE