Tite comenta dança na comemoração: “Sem desrespeito ao adversário”

Doha (EFE).- O técnico Tite garantiu nesta segunda-feira que não desrespeitou ninguém na comemoração do terceiro gol da seleção brasileira na vitória por 4 a 1 contra a Coreia do Sul, quando dançou com os jogadores próximo ao banco de reservas.

Na comemoração do gol marcado por Richarlison, Tite acabou se rendeu à “dança do pombo”, marca registrada do atacante. Já na coletiva após a partida que garantiu o Brasil nas quartas de final da Copa do Mundo do Qatar, o treinador fez questão de explicar o ocorrido para desfazer qualquer mal-entendido.

“Tento me adaptar à linguagem deles. A linguagem deles é de dança, brincadeiras. Aprender a dança deles é duro, é difícil. Estávamos brincando, não sei o que aconteceu com o Richarlison, e digo: ‘E essa dança aí? Se fizer um gol, pode vir que eu vou dançar'”, explicou Tite, que disse ainda que pediu aos jogadores que o rodeassem na tentativa de encobri-lo.

“Sempre tem os maldosos que vão entender como desrespeito. Eu falei para os atletas me esconderem um pouco, sei da visibilidade. Não queria que tivesse outra interpretação a não ser pela alegria do gol, do resultado, do desempenho, mas não desrespeito pelo adversário”, esclareceu. EFE