Avião cai em bairro residencial de Medellín e deixa ao menos 8 mortos

Medellín (EFE).- Um avião de pequeno porte caiu nesta segunda-feira em um bairro residencial da cidade colombiana de Medellín, causando a morte de seus oito ocupantes e danos em pelo menos sete residências, segundo informaram autoridades locais.

A aeronave, da fabricante Piper e matrícula HK5121, fazia um voo para a empresa de turismo San Germán e havia decolado do aeroporto Olaya Herrera, localizado no coração de Medellín, com seis passageiros e dois tripulantes, e tinha como destino o município de Pizarro, no departamento de Chocó.

“Infelizmente temos oito vidas perdidas. O voo impactou por volta das 10h15 no bairro Belén Rosales, muito próximo ao aeroporto”, disse o prefeito de Medellín, Daniel Quintero, a jornalistas.

O prefeito revelou no local do acidente que o avião, no momento da decolagem, “apresenta uma falha de motor”, e que o piloto “não consegue manter o avião em voo”.

Quintero declarou ainda que já foram identificados os corpos dos oito ocupantes da aeronave, que “se dividiu em seis partes” após o impacto.

“São sete casas muito afetadas e danos, que serão avaliados se foram estruturais, em seis prédios. Naquele momento, na casa mais afetada não havia ninguém”, destacou Quintero.

O prefeito não confirmou nem descartou a existência de feridos, uma vez que os órgãos de socorro que atenderam a emergência estão inspecionando o local, onde trabalham 35 pessoas, entre elas bombeiros aeronáuticos.

Por sua parte, a Aeronáutica Civil Colombiana informou que uma equipe de especialistas da Direção Técnica de Investigação de Acidentes investigará as causas da queda do avião.

O aeroporto Olaya Herrera indicou que entre os mortos está o gerente da empresa San Germán, Nicolás Jiménez. EFE