Cuba destaca “forte compromisso” com G77+China

Havana (EFE).- O presidente de Cuba, Miguel Díaz-Canel, afirmou nesta quinta-feira o “forte empenho” do país no desenvolvimento das nações que compõem o Grupo dos 77 e China (G77+China), do qual assume a presidência durante um ano.

“Cuba assume hoje formalmente a presidência por um ano do G77+China, com um forte compromisso de trabalhar para o desenvolvimento das nações com as quais compartilhamos uma história de abusos contra os nossos povos, mas também de objetivos e esperanças em comum”, escreveu Díaz-Canel no Twitter.

De acordo com o Ministério das Relações Exteriores cubano (Minrex), esta é a primeira vez que Cuba preside este grupo, o que mais reúne países da ONU, atualmente com 134 membros.

O governo cubano, que considera o G77+China um fórum “de diálogo e consulta”, acrescentou que “é uma grande honra e uma grande responsabilidade” Cuba presidir esta iniciativa multilateral.

O chanceler cubano, Bruno Rodríguez, está em Nova York desde quarta-feira para participar da cerimônia de posse da presidência do grupo.

A delegação cubana em Nova York inclui também o representante permanente de Cuba nas Nações Unidas, o embaixador Pedro Luis Pedroso Cuesta. EFE