Edward Norton descobre parentesco com Pocahontas e escravocratas

Los Angeles (EFE).- O ator americano Edward Norton, de 53 anos, descobriu que a famosa nativa americana Pocahontas (1595-1617), filha do líder do povo Powhatan, é sua tataravó em 12º grau.

O também roteirista, diretor e produtor descobriu esse parentesco durante um episódio do programa “Finding Your Roots” (“Encontrando suas Raízes”, em tradução livre), da emissora “PBS” e apresentado pelo historiador Henry Louis Gates Jr.

“Isso te faz perceber que você é uma pequena parte da história da humanidade”, disse Norton ao saber da relação com a famosa indígena durante a transmissão do programa.

Pocahontas ficou conhecida por impedir a morte do capitão John Smith por sua tribo. No entanto, diferentemente de versões da lenda e do que foi mostrado no cinema, ela nunca se casou com ele, mas sim com um britânico chamado John Rolfe.

Gates garantiu a Norton que Rolfe e Pocahontas faziam parte de sua árvore genealógica e que seus antepassados se casaram em 5 de abril de 1614 na Virgínia.

Durante o programa dedicado a traçar as histórias ancestrais de celebridades, também foi revelado que outro antepassado do ator de “Clube da Luta”, John Winstead, era dono de uma família de escravos composta por um homem, uma mulher e cinco meninas.

Sobre isso, Norton comentou que não se orgulhava dessa parte de sua história e que era algo que o deixava “desconfortável”.

“Não é um julgamento sobre sua própria vida, mas é um julgamento sobre a história deste país e você tem que reconhecê-lo antes de tudo e depois enfrentá-lo (…) Quando você lê ‘escravo de oito anos’, você só quer morrer”, completou o ator. EFE