Elon Musk comunica demissões em massa no Twitter

Washington (EFE).- O bilionário Elon Musk anuncia nesta sexta-feira demissões em massa aos funcionários do Twitter, um dos primeiros passos de uma reforma da empresa que ele adquiriu em 27 de outubro por US$ 44 bilhões.

Os funcionários do Twitter em San Francisco, na Califórnia (EUA) receberam um e-mail ontem dizendo que seriam notificados até as 16h GMT (13h de Brasília) de hoje se permaneceriam ou não na empresa, de acordo com a imprensa americana.

“Em um esforço para manter a empresa em um caminho próspero, estaremos passando pelo difícil processo de redução de nossa força de trabalho”, diz o e-mail.

Os funcionários também foram comunicados que, por razões de segurança, os escritórios ficarão “temporariamente fechados” e que eles não terão acesso às instalações.

O jornal “Financial Times”, do Reino Unido, informou na quinta-feira que Musk planeja cortar cerca de 3,7 mil postos de trabalho entre os dos 7,5 mil que a empresa tem atualmente.

No final da semana passada, Musk reformulou a equipe gerencial da companhia e demitiu executivos, incluindo o CEO, Parag Agrawal, além de trazer um pequeno grupo de consultores de confiança, entre eles seu advogado pessoal, Alex Spiro. EFE