Erdogan falará em separado neste domingo com Putin e Zelensky

Ancara (EFE).- O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, anunciou nesta sexta-feira que se reunirá separadamente daqui dois dias com o presidente da Rússia, Vladimir Putin, e com o da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, para reforçar o pacto do mar Negro de exportação de cereais.

“Embora defendamos firmemente a integridade territorial da Ucrânia, nos opomos a alimentar a tensão na região, com políticas irracionais em relação à Rússia”, disse o chefe de Estado turco, em um evento da emissora local de televisão “TRT”.

Erdogan insistiu na necessidade de que os países em desenvolvimento mais afetados pela crise alimentar recebam os carregamentos de cereais e também no reconhecimento da importância que teve a Turquia para alcançar o acordo.

As conversas de domingo servirão para tentar reforçar o pacto firmado em 22 de julho deste ano por Rússia e Ucrânia, com a mediação da Turquia e da ONU, para permitir as exportações de cereais a partir de três portos ucranianos no mar Negro, que foram interrompidas em fevereiro devido a invasão russa.

Em meados de novembro passado, o acordo foi prorrogado por mais 120 dias.

Erdogan tentou assumir um papel de mediador na guerra da Ucrânia, em que a Turquia apoia Kiev, mas sem decretar sanções à Rússia, enquanto mantém uma boa relação com Moscou. EFE