Musk derruba marca de verificação “oficial” do Twitter

Nova York (EFE).- Elon Musk afirmou nesta quarta-feira que cancelou a marca de verificação de “oficial” que o Twitter havia acabado de começar a dar a alguns perfis verificados, como forma de distingui-los do selo azul, que poderá ser adquirido através de assinatura do serviço pago da plataforma.

Apenas algumas horas após colocar no ar esse novo sistema, a rede social voltou atrás e começou a eliminar o marcador dos perfis de empresas, entidades e personalidades que o tinham recebido.

Em resposta a um usuário que notou o desaparecimento da palavra “oficial”, em um fundo cinza, abaixo do nome de alguns usuários, Musk confirmou ter decidido eliminá-la.

Em seguida, o novo dono da companhia que gere a rede social disse que o selo azul será o “grande diferenciador”.

“Tenham em conta que o Twitter fará muitas besteiras nos próximos meses. Ficaremos com o que funciona, e mudaremos o que não funciona”, escreveu Musk.

O selo azul, que diferencia os usuários verificados aos demais, só será concedido a quem se inscreva no serviço Twitter Blue, que terá custo inicial de US$ 8 (R$ 41,3).

“Agora, a marca pode significar duas coisas diferentes: que uma conta foi verificada segundo os critérios de verificação anteriores, ou que a conta tem assinatura do Twitter Blue, que está disponível no iOS (sistema operacional da Apple), nos Estados Unidos, Canadá, Austrália, Nova Zelândia e Reino Unido”, apontou o Twitter, em seu site.

Diferente do que acontecia antes, os usuários que pagarem para ter o selo azul, não precisarão comprovar identidade à plataforma. EFE