ONU: Ataques russos são “escalada inaceitável da guerra”

Nações Unidas (EFE).- O secretário-geral da ONU, António Guterres, afirmou nesta segunda-feira que os ataques da Rússia contra várias cidades da Ucrânia representam “outra escalada inaceitável da guerra” e lamentou pelas vítimas civis.

“O secretário-geral está profundamente consternado pelos ataques com mísseis em grande escala de hoje das forças armadas da Federação Russa”, afirmou, por meio de comunicado, o porta-voz do diplomata português, Stéphane Dujarric.

A ONU denunciou que os bombardeios causaram importantes danos em áreas civis e deixaram dezenas de mortos e feridos.

De acordo com balanço preliminar das autoridades ucranianas, os ataques deixaram pelo menos dez mortos e 60 feridos.

Em uma primeira análise, os serviços humanitários das Nações Unidas apontaram que, além das várias vítimas civis, também foram danificadas infraestruturas chave em várias regiões, incluindo a capital ucraniana, Kiev.

Como resultado dos bombardeios, foram fechadas escolas em todo o país e milhares de famílias ficaram sem energia elétrica em casa, ainda segundo a ONU.

Além disso, algumas áreas ficaram com o abastecimento de água e os serviços de telecomunicações prejudicados.

A ONU ainda apontou que a onda de ataques afetou também as operações humanitárias que realiza, dificultando o movimento de ajuda para o leste da Ucrânia, onde há população com “uma necessidade desesperada de assistência”.

A Rússia fez diversos bombardeios contra cidades ucranianas, em resposta ao ataque do último sábado contra uma ponte que liga o território do país com a Crimeia, atribuído por Moscou ao serviço secreto de Kiev. EFE