Putin ordena cessar-fogo de 36 horas a partir de amanhã

Moscou (EFE).- O presidente da Rússia, Vladimir Putin ordenou nesta quinta-feira um cessar-fogo de 36 horas a partir das 12h de amanhã em Moscou (6h de Brasília) ao longo de toda a linha de frente dos combates na Ucrânia, informou o Kremlin.

De acordo com uma nota divulgada pela Presidência russa, a decisão do chefe de Estado atende a um apelo do patriarca Kirill, da Igreja Ortodoxa Russa, para uma trégua de Natal, que os crentes ortodoxos comemoram em 7 de janeiro.

“Devido ao fato de que um grande número de cidadãos ortodoxos vive na zona de ações militares, pedimos ao lado ucraniano que declare um regime de cessar-fogo que lhes permita ir às igrejas na véspera de Natal e no dia de Natal”, diz o comunicado.

Esta é a primeira vez que o presidente russo convoca um cessar-fogo em todas as frentes desde que iniciou a ofensiva militar na Ucrânia em 24 de fevereiro do ano passado.

O apelo de Kirill, porém, não foi bem recebido em Kiev.

“A declaração da Igreja Ortodoxa Russa sobre uma ‘trégua de Natal’ é uma armadilha cínica e um elemento de propaganda”, escreveu Mikhail Podolyak, conselheiro da presidência ucraniana, no Twitter. EFE