Secretário-geral da OEA repudia ações de Castillo e defende diálogo

Washington (EFE).- O secretário-geral da Organização dos Estados Americanos (OEA), Luis Almagro, repudiou nesta quarta-feira as ações adotadas pelo presidente peruano destituído Pedro Castillo e defendeu o diálogo no país.

“O que ocorreu hoje no Peru, ao Castillo dissolver o Congresso sem base de constitucional, constitui uma alteração da ordem constitucional”, afirmou Almagro durante uma reunião extraordinária do Conselho Permanente da OEA em Washington.

Almagro, que preside a OEA desde 2015, antecipou que entrará em contato com a vice-presidente do Peru, Dina Boluarte, que toma posse nesta quarta-feira como chefe de Estado após a destituição de Castillo.

O presidente peruano foi preso depois de ser destituído pelo Congresso, após tentar dissolver o Legislativo e convocar um processo constituinte para evitar um impeachment.

O gesto de Castillo foi considerado um golpe de Estado por membros do próprio governo, inclusive Boluarte, e não foi apoiado pelas Forças Armadas e a Polícia. EFE