Zelensky pede aos ucranianos que estejam preparados para novos ataques russos

Madri (EFE).- O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, pediu na noite desta segunda-feira aos ucranianos que se preparem para novos ataques com mísseis russos e, portanto, prestem atenção às sirenes.

“Não se esqueça de estar preparado para ataques de mísseis ou provocações russas. A defesa aérea está se preparando, o Estado está se preparando e todos devem se preparar. Por favor, preste atenção às sirenes”, disse ele.

No seu habitual discurso noturno, o mandatário ucraniano afirmou que a situação na linha da frente é “difícil, aguda”, pois os russos estão utilizando “todos os recursos à sua disposição – e estes são significativos – para fazer pelo menos alguns progressos”.

Zelensky agradeceu aos seus militares por manterem suas posições “firmemente” e não apenas não perderem “nada” de território, mas por expulsarem os ocupantes.

Em relação ao abastecimento de energia elétrica, bastante prejudicado pelos constantes ataques russos, o presidente ucraniano explicou que hoje à tarde cerca de 9 milhões de pessoas foram desligadas da rede em toda a Ucrânia.

Nesse sentido, agradeceu a todos os trabalhadores das empresas do setor que têm conseguido fornecer mais energia nos últimos dias da véspera de Natal e do Natal, apesar de serem dias festivos.

No seu discurso, Zelensky relatou a conversa telefónica que teve com o primeiro-ministro da Índia, Narendra Modi, que em 2023 assume a presidência do G20, que espera seja “frutuosa, não para ninguém em particular, mas para todos aqueles que valorizam a paz no mundo”.

“A Índia pode ser mais ativa nos esforços para acabar com a agressão, então espero que possamos fazer mais em conjunto pela estabilidade global no próximo ano”, enfatizou. EFE