Zelensky: Rússia usa terror energético porque não pode vencer na batalha

Madri (EFE).- O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, afirmou nesta quinta-feira que a Rússia está usando “terror energético” e atacando instalações elétricas ucranianas porque não pode derrotar a Ucrânia no campo de batalha.

“Que a Rússia tenha recorrido ao terror contra a indústria energética mostra a fraqueza do inimigo. Não podem derrotar a Ucrânia no campo de batalha e é por isso que estão tentando quebrar nosso povo dessa maneira”, declarou o presidente ucraniano em seu habitual discurso noturno.

Após destacar que o desafio de suportar o “terror energético russo” é agora a “tarefa nacional” de todos os ucranianos, Zelensky disse que os ataques russos às instalações energéticas do país “não param um único dia” e terão que receber “uma poderosa resposta global”.

Devido aos danos sofridos em diferentes regiões do país, apenas nesta tarde cerca de 4,5 milhões de consumidores foram temporariamente desconectados do consumo de acordo com os horários de emergência e estabilização.

Nesta situação, o presidente ucraniano pediu às autoridades locais que garantam que “não haja uso desnecessário de eletricidade” nas cidades e comunidades da Ucrânia. 

“Agora definitivamente não é hora para janelas brilhantes, letreiros, anúncios e coisas do tipo”, detalhou, para depois exigir às empresas de energia que informem prontamente os cidadãos.

“Se alguém fica sem eletricidade por oito ou dez horas, e tudo está conectado, incluindo a iluminação pública do outro lado da rua, é definitivamente injusto”, ressaltou Zelensky. 

“Tudo precisa ser feito para tornar as desconexões previsíveis e totalmente compreensíveis pelos consumidores”, completou. EFE