Califórnia continua em alerta para tempestades que já deixam 14 mortos

Los Angeles (EFE).- As tempestades na Califórnia, nos Estados Unidos, continuam inabaláveis ​​nesta terça-feira com inundações e deslizamentos de terra que levaram à evacuação de milhares de pessoas e já causaram 14 mortes.

O Serviço Meteorológico anunciou em sua conta no Twitter que ventos fortes, granizo do tamanho de uma bola de gude e ondas fortes ameaçam alguns pontos da Baía de São Francisco.

Áreas como o Vale de Sacramento e a Baía de Monterey permanecem sob alertas de inundação.

De acordo com a imprensa local, já existem 14 pessoas que perderam a vida devido ao desastre natural e o site “Power Outage” informa que mais de 200 mil pessoas na Califórnia estão sem eletricidade.

As fortes chuvas e ciclones desde o final de 2022 até agora geraram grandes inundações no estado.

Áreas da Califórnia que foram afetadas por incêndios florestais no passado correm maior risco de deslizamentos de terra. Especialistas mencionaram que as fortes chuvas não acabarão com o problema da seca que o estado enfrenta.

Ontem, o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, que atualmente está no México, declarou estado de emergência na Califórnia.

Isso permite que o governo estadual, assim como as administrações locais, tenham acesso a recursos federais para lidar com desastres gerados por tempestades. EFE