Boeing é multada em US$ 200 milhões por 737 MAX

Um Boeing 737 MAX pertencente à companhia área Spicejet Airlines.

Um Boeing 737 MAX pertencente à companhia aérea Spicejet. EFE/Arquivo/Rajat Gupta

Washington (EFE).- A Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC, na sigla em inglês) multou nesta quinta-feira a fabricante de aeronaves Boeing em US$ 200 milhões por ter enganado investidores sobre os acidentes envolvendo os modelos 737 MAX. Em comunicado, a SEC também disse que o ex-diretor executivo da empresa Dennis A. Muilenburg concordou em … Leia mais