Alemanha se espanta com frase homofóbica do embaixador da Copa

A ministra do Interior e também dos Esportes da Alemanha, Nancy Faeser. EFE/Arquivo/Filip Singer

A ministra do Interior e também dos Esportes da Alemanha, Nancy Faeser. EFE/Arquivo/Filip Singer

Berlim (EFE).- A ministra do Interior e também dos Esportes da Alemanha, Nancy Faeser, admitiu espanto nesta terça-feira com as declarações do embaixador da Copa do Mundo do Qatar e ex-jogador, Khalid Salman, que descreveu a homossexualidade como “doença mental”. A representante do governo germânico, contudo, considerou garantida a segurança dos visitantes do país árabe … Leia mais