Cúpula de líderes da UE e da América Latina será realizada em julho

Madri (EFE).- A cúpula de líderes da União Europeia (UE) e da América Latina e do Caribe prevista para acontecer durante a presidência da Espanha no bloco europeu será realizada no próximo mês de julho, segundo anunciou nesta segunda-feira o ministro das Relações Exteriores espanhol, José Manuel Albares.

O ministro antecipou a data da realização desse encontro em seu discurso perante a VII Conferência de Embaixadores, que acontecerá durante os próximos dois dias em Madri e foi inaugurada hoje pelo presidente do governo espanhol, Pedro Sánchez.

A cúpula UE-América Latina e Caribe será realizada no âmbito da presidência do bloco europeu que a Espanha exercerá de 1º de julho a 31 de dezembro.

“A Espanha atuará (durante a presidência da UE) sob o princípio da unidade entre todos os parceiros para que o conjunto de cidadãos europeus se beneficie de políticas pensadas para as grandes maiorias sociais e para os mais desfavorecidos para não deixar ninguém para trás”, disse Albares.

A reforma da governança econômica, a adoção por maiorias qualificadas de decisões em matéria de política externa ou defesa e o reforço da autonomia estratégica serão algumas das prioridades de Espanha neste período.

Além disso, a presidência espanhola pretende que a UE lidere grandes setores como o de hidrogênio verde e de supercomputação e, em termos de política externa, haverá um claro compromisso de estreitar as relações entre o bloco europeu e a América Latina.

Nesse contexto, Albares destacou que um dos marcos da presidência será a cúpula de líderes das duas regiões a ser realizada em Bruxelas.

A última convocação foi em 2015, há oito anos, e por isso a Espanha confia que a cúpula servirá para que a União Europeia “nunca mais” dê as costas à região latino-americana.

O encontro entre as duas regiões também será um dos temas a serem discutidos na cúpula ibero-americana que acontecerá em março na República Dominicana. EFE